Em decisão unânime, justiça manda Picciani, Albertassi e Melo de volta à prisão

111
- Publicidade -

Na sessão extraordinária na tarde desta terça-feira, os desembargadores da 1ª Seção Especializada do Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF-2) decidiram por unanimidade pelo restabelecimento da prisão dos deputados Jorge Picciani, Edson Albertassi e Paulo Melo, do PMDB. Foram cinco votos a zero. Segundo O Dia, além das prisões, os desembargadores também pedem a intervenção federal ao Supremo Tribunal Federal (STF) no Rio, caso haja descumprimento das medidas.

Da redação do JBN